Apelidada de World Digital Mining Map (WDMM), a plataforma será lançada oficialmente durante a Cúpula Mundial de Mineração Digital (WDMS), que ocorrerá em Frankfurt entre 8 e 10 de outubro, anunciou a Bitmain em um post no blog da empresa.

De acordo com o anúncio, a WDMM será a primeira rede global a conectar proprietários de hardware de mineração a fazendas de mineração que fornecerão os recursos de energia disponíveis para hospedá-los mediante taxa. Por sua vez, os membros da rede terão acesso a vários serviços personalizados da Bitmain, incluindo assistência com o design da fazenda de mineração, conexões com clientes estrangeiros para hospedar e suporte com operações, compras e construção.

Listando potenciais clientes

Os proprietários de fazendas de mineração interessados em se candidatar à lista no WDMM precisarão fornecer dados sobre suas atuais instalações de mineração e capacidade para hospedar outros mineiros. Os proprietários das fazendas de mineração poderão solicitar uma listagem no WDMM durante o evento WDMS, observa a publicação.

Matthew Wang, diretor da Mining Farm of Bitmain, afirmou que o WDMM ajudará a tornar a mineração de criptografia mais sustentável a longo prazo, fornecendo uma maneira totalmente nova de conectar fazendas de mineração e proprietários de hardware. Wang destacou o compromisso da Bitmain de alavancar o suporte contínuo a mineradores durante toda a vida útil de seu hardware e de apoiar o progresso geral do setor.

Reconhecimento às principais fazendas de mineração

Além disso, a Bitmain também planeja anunciar os vencedores das 10 principais fazendas de mineração do mundo durante o WDMS. De acordo com o site do projeto, os vencedores receberão certificação oficial e ingressos VIP para o WDMS. Segundo o relatório, a votação para as 10 principais fazendas de mineração ainda está aberta.

Conforme noticiamos aqui, em 9 de setembro, a Bitmain lançou dois novos mineradores ASIC (Application Specific Integrated Circuit), o S17e e o T17e. De acordo com as especificações, o modelo S17e tem uma taxa de hash de 64 TH/s e opera com uma eficiência de energia de 45 J/TH, enquanto o T17 e oferece uma taxa de hash de 53 TH/s e uma eficiência de energia de 55 J/TH.

A nova plataforma da Bitmain além fortalecer o mercado, melhorando as conexões e possibilitando maior efetividade para mineradores e fazendeiros, além de dar um passo importante no sentido de tornar a atividade mais sustentável.